Acidentes envolvendo motociclista – um alerta

Acidentes envolvendo motociclista – um alerta.

Está circulando na internet um email de alerta sobre acidentes com motociclistas, onde o motorista pode ser acusado de atropelamento sem socorro.

Em o email é verdade, mas de qualquer forma vamos exemplificar:

– Você dirigindo um veículo, se envolve em colisão com um motociclista, provável ele ter tentado fazer alguma manobra perigosa e estava em alta velocidade, enfim, aconteceu. puft.

* NÃO CORRA, FAÇA SINAL QUE VAI ESTACIONAR O CARRO OU RETIRAR DO MEIO DA PISTA, OU COLOCAR ANTES DO MOTOCICLISTA PARA PROTEGER DE OUTROS CARROS.

* NÃO TENTE DISCUTIR COM OS MILHARES DE OUTROS MOTOQUEIROS QUE VÃO PARAR E VÃO PARTIR PRA CIMA DE VOCÊ NAÕ IMPORTA O QUE DIGA.

* VEJA SE O CARA ESTÁ BEM, PEÇA PARA NÃO SE MEXER E AVISE QUE VAI LEVANTAR A MOTO PARA O OLEO DO MOTOR NÃO VAZAR.

* TENTE VER VISUALMENTE OS MACHUCADOS E INDEPENDENTE DELE QUERER OU NÃO, CHAME O RESGATE CASO VEJA QUE A COISA PODE TER SIDO FEIA.

* APROVEITE PARA LIGAR PARA ALGUM AMIGO AVISANDO O QUE ACONTECEU, E TIRAR FOTOS DO LOCAL, TENTE FAZER A FOTO DE LONGE, PARA SAIR O TRAJETO E O CONTEXTO.

* TIRE FOTOS DA MOTO, DE TODOS ARRANHOES E DETALHES, DE TRAS DE LADO (PARA VER SE NAO ENTORTOU O QUADRO E O GARFO), DEPOIS TIRE FOTOS DO SEU CARRO.

* E NUNCA, NUNCA BATA BOCA COM OS MOTOCICLISTAS, CASO SE SINTA ACUADO, NÃO ENTRE NO CARRO, ELES VAO DESTRUÍ-LO, FIQUE MEIO LONGE DO ACIDENTE, COMO SE ESTIVESSE AO TELEFONE, OU PROXIMO A VITIMA, SEGURANDO-A, RESUMO, SE COLOQUE EM UMA SITUAÇÃO MAIS DIFICIL DE SER LINCHADO.

– Caso 1 – grave com resgate, CET, policia, helicoptero resgate, helicoptero da TV, etc.

* Mantenha a Calma, por mais dificil que pareça, tente se concentrar nos detalhes, fotografe tudo o que puder, filmagem a qualidade de celular é ruim, prefira foto.

* Procure fazer o boletim de ocorrencia focando nos fatos, deixe sempre claro que estava atento, mas por alguns segundos aconteceu a colisao. Se foi sua culpa, assuma, isso vai ajudar muito o processo a frente, pois mentir é pior.

* Sempre siga as instruções das autoridades, ligue para sua seguradora, caso não tenha, solicite um guincho do CET que transporta ate as proximidades.

– Caso 2 – acidente leve.

* Converse com o motociclista, ele vai chorar horrores, falar que sustenta, bisavós, avós, netos e bisnetos, deixe-o falar, não fique tentando explicar a situação ou culpa do fato.

* Não tente negociar preço ou algo rapidamente, vá conversando e deixe os animos esfriarem, apos 15min, ai sim tente chegar a um acordo.

* Diga que vai a delegacia fazer o BO, se ele quiser o acompanhe, é provavel ele nao querer (perdem tempo, medo de policia, etc), caso ele diga para nao fazer, pois a moto ta com alguma coisa errada, etc, diga q isso é para sua seguradora, que é obrigado.

* Fotografe os arranhados e amassados da moto. Em acordo de tipo, ele levar pra orçar na concessionaria etc, vao colocar quase tudo novo e vai ficar bem caro, tenha sempre algum mecanico pessoal e que só vai levar nele, essa é sua condição.

O que ocorre depois do caso 2?

– Se você não fizer o BO, não é dificil o motoqueiro ir na delegacia com um amigo qualquer e te acusar de atropelamento e fuga, você vai ficar puto, receber uma intimação e depois de muita dor de cabeça, pode terminar pagando cestas basicas como indenização e ainda com a ficha suja criminalmente.

– No caso 1, isso já não ocorre, pois existem telefonemas o proprio resgate, policia etc, fica mais dificil de existir má fé.