Carregando...Carregando...


A Scooter Dafra Citycom é boa?

Max Scooter DAFRA|SYM Citycom 300i

Motor
Potente e com ótimo aproveitamento em suaves acelerações, conta com excelentes respostas no acelerador. O som grave e abafado emanado pelo escapamento condiz com a aparência do scooter, transmitindo a sensação de força e até mesmo de maior cilindrada. Mesmo sendo equipado com câmbio automático CVT, o Citycom possui com uma belíssima performance de freio motor.

SCB: O motor foi muito bem projetado, suporta nossas condições e já se tem relatos de pessoas com mais de 50k rodados e o motor se mostrou confiável. É um motor da própria SYM e não de outros fabricantes de renome, com isso suas peças são específicas e procurar compatibilidade somente com as medidas em mãos. O pistão tem uma camada de proteção e a injeção aceitou bem nossa gasolina cheia de alcool e solventes.

Posição de pilotagem
A posição de pilotagem no Citycom é natural e muito confortável para o condutor e para o garupa. Seu largo selim propicia comodidade em pequenos ou longos percursos. O garupa, inclusive, se sentirá como se estivesse sentado em uma verdadeira “poltrona”, muito confortável com pedaleiras retráteis bem posicionadas e alça de apoio fixada de maneira cômoda, ao alcance dos braços do passageiro. O modelo conta, ainda, com pára-brisa, muito útil para a proteção aerodinâmica principalmente em altas velocidades.

SCB: Quem migra de scooters menores vai sentir um pouco falta de dar aquela “deitada”, pois nela sua posição é sentada, o que e longos percursos prende a circulação do sangue em uma pequena área e exige aquela parada para relaxar, enquanto que donos de B400 ainda nem se cansaram. Outro detalhe é a falta de opções para os pés, o vão livre que é comum nas menores não existe.

Transmissão Automática CVT
A transmissão do Citycom possui rápidas saídas e grande linearidade de aceleração.

SCB: O ponto de torque é centralizado, então ela arranca de modo suave e seu final não é tão alongado, típico de scooters nessa faixa de potência, a troca dos roletes e das polias por Pollini pode se ajustar ao gosto pessoal, mas esse setup funciona para a maioria.

Suspensões
As suspensões, dignas da modernidade do projeto, são macias e com curso mais que suficiente para a utilização nos perímetros urbanos, que geralmente contém buracos, valetas, lombadas etc, assim como para a utilização em rodovias. O perfeito balanceamento das suspensões do Citycom é proveniente do conjunto pneus e rodas aro 16”.

SCB: Acertaram em escolher uma suspensão um pouco mais longa para o Brasil, mas ela ainda é sensível e pancadas fortes estouram o retentor dianteiro de óleo dela com certa facilidade, a traseira pode ser ajustada e trocada por outra, masé boa, não chega a ser aquela “rabo-duro” da Smart. Os pneus  sao difíceis de se encontrar por não serem usados em nenhuma outra moto comum, apenas em scooters.

Freios
Outro grande destaque do Citycom é o excelente poder de frenagem e a potência transmitida pelo ótimo tato nos manetes. Com isso, o equipamento garante muita segurança ao condutor.

SCB: Freio a disco frente/trás deveria ser obrigatório e não luxo! Suas pinças e discos são normais para as motos da categoria e não tem nenhuma novidade, com desgastes na casa dos 6mil km.

Rodas e Pneus
Um grande diferencial do Citycom em relação a outros modelos do mercado, mesmo os scooters de maior cilindrada, fica por conta das rodas de aro 16” que representam um grande ponto à favor da estabilidade e da dirigibilidade, auxiliando o condutor a transpor com facilidade buracos e irregularidades no piso. Da mesma forma os pneus Metzeler contribuem para o melhor desempenho do modelo, tanto em curvas, quanto em frenagens e na condução em piso molhado.

SCB: Pneu maior é confortavel sim, mas colocar que por isso é melhor que a da B400, é relativo, pois ele é menor sim, mas mais largo e bem mais grosso. O problema do Metzeler é que o composto da borracha é do tipo macio, adere bem no seco, no molhado já é meio ruim e ele gasta com enorme facilidade e isso não tem solução pois somente a Metzeler se interessou em trazer esse modelo para o Brasil.

Estabilidade
Contando com um chassi firme e rígido, o scooter é muito estável nas retas e curvas de baixas e altas velocidades, sem contar com sua ótima agilidade nas mudanças de trajetos.

SCB: A posição mais sentada e o centro de gravidade mais alto, deixa ela mais ágil para dar aquela costurada e desvios rápidos, mas falta aerodinâmica e peso para velocidades acima de 120km/h, e por falar em peso, cuidado ao andar em baixa velocidade no transito pois ela tem 182kg e isso é bem considerável.

Fácil acesso e manuseio de comandos
O Citycom possui painel completo e funcional e que oferece uma rápida leitura. Ao centro estão dispostos marcadores digitais de combustível, hodômetro total/parcial e relógio.

SCB: O painel é bem posicionado e agradável, o LCD não deu problemas sobre o sol forte, e os plásticos não ressecaram com facilidade, mas precisam de cuidados com silicone para se manterem.

Segurança
O modelo contém um sistema importantíssimo, em que o condutor não pode partir se o cavalete lateral estiver acionado, visando assim a segurança do condutor e do garupa.

: Sistema comum na Europa, é um interruptor simples, mas é novidade para muitos.

SCB

Valores de revisão da citycom em média.
  • Revisão 1000 e 3000 km – óleo do motor e câmbio – R$40,00 a 70,00
  • 3k – R$ 130,00
  • 6k R$ 140,00
  • 9k R$ 125,00
  • 12k R$ 220,00
  • 15k – R$ 340
  • 18k – R$ 161
  • 21k – R$ 90
  • Pastilha de freio de 50,00 a 60,00

Problemas relatados por usuários

  • Retentores da suspensão dianteira sofrem com pancadas fortes e se rompem.
  • Relé de partida se oxida e causa falha na ignição/partida.
  • Borrachinha debaixo do banco se perde, e prejudica o fechamento deste.
  • Vendedores dizem que ela é flex e isso nao é verdade.
  • Bateria perde carga rapidamente se não utilizada 1x por semana.
  • CVT Necessita lubrificação própria com graxa de lítio, especificamente no tubo guia da polia dianteira.
  • Trinca em algumas partes da carenagem, devido a buracos, sugerimos colocar borrachas entre os parafusos para os locais mais críticos, caso trafegue muito por pistas difícieis.
  • Confira os problemas comuns e a SOLUÇÃO deles

Algums números na vida real

  • Consumo de 15 a 26 km/l
  • Durabilidade das pastilhas – em torno de 7mil km. valor R$ 55,00
  • Velocidade máxima real por GPS – 135km/h (no velocimetro 145)
  • 0 a 100km/h medido por GPS – 14 segundos
  • Largura 78,5cm (4cm a mais que uma Fazer)
  • Peso de 182kg é considerável e exige cuidados
  • Correia do CVT – troca a cada 12k – valor R$ 200,00~280,00
  • O suporte para bauleto somente é encontrado na Dafra

 

O Scooter Clube do Brasil recomenda a Dafra Citycom para todos aqueles que querem investir em uma scoote mais potente, que tenham sobrepeso, andem com garupa, viajam para distancias longas, moram em lugares serranos, e que precisam de uma scooter sólida por pelo menos 3 anos e que se necessário a venda sua depreciação não seja tão grande.

Manual de serviços – senha: scooterclube