Carregando...Carregando...


Dicas de roupas e pilotagem em época de chuva ou no frio

Veja também: Pilotagem na chuva – Video – 16mb

Dicas de roupas para motos em época de chuva ou no frio

Jaqueta certificada para motociclista SEMPRE! faça calor ou faça frio.

Preço já não é desculpa, se consegue comprar boas jaquetas por 270,00 e ainda parcelar, e por favor nada de jaquetas sem proteção (cotoveleira, ombreira, costas, etc), realmente vale a pena?

Jaquetas california racing

Usada por praticamente todo motoboy , pois na década passada, não existia no mercado nada semelhante, e essas japonas eram a melhor coisa do mundo… então eram.

Feita em poliamida, com revestimento de poliéster (o mesmo de bichos de pelúcia), seguram bem o vento e o frio, lacrando o ar quente dentro dela, e como é grossa, caso caia uns chuviscos, ela demora para molhar você por dentro. O problema é, que esquenta muito, não tem meio termo, dai inventaram as mangas removíveis, tbm aliviava o mal cheiro que rapidamente ela fica e como rasgava fácil, colocaram o tecido mais grosso o que deu a fama de proteger bem contra raladas em quedas, mas isso tudo são coisas de uma roupa da década de 80 e hoje existem materiais bem melhores, custam o dobro, mas compensam.

Jaquetas de couro – fashion

Muito utilizada também, com custo alto, sempre foi um sonho de consumo, eram um diferencial, e ainda dá para usar no dia a dia, foi um bom custoXbeneficio..então.. foi.

Essas jaquetas não foram fabricadas pensando em quedas no asfalto ou chuva, foram feitas para moda, tem uma proteção contra raladas, mas como ela é folgada no corpo e por existirem vários tipos de couro (espessuras, qualidades, sintético), não é garantia de 100%. Fez um solzinho? ixi, elas retém muito a temperatura e só utilizando abertas são confortáveis, choveu? rebatem uns pingos, mas a água entra pelas costuras e daí além de se molhar ainda vai ter que ficar sem usar por vários dias, podendo estragar o couro e tendo um trabalhão para retirar o cheiro de cachorro molhado dela. Pense se vale o investimento. existem jaquetas em couro próprias para motos, leia mais abaixo.

Jaquetas certificadas de Cordura

Eram caras, poucas opções, e restritas a quem competia ou tinha dinheiro, com a abertura de mercado e a grandes opções de importadas, facilidade de pagamento, elas se tornaram acessíveis, caras ainda, mas acessíveis.

Ítem praticamente obrigatório para motociclistas sérios, é ainda mais para quem tem motos do tipo racing/naked/sport, tanto que é bem dificil de ver alguém nessas motos nas estradas passando a 150km/h sem alguma dessas jaquetas, mas ainda tem uns imbecis.

  • Tipo Verão

    São as mais baratas, tem tecido de cordura mais fino, mais entradas de ar, tipo de revestimento a prova dagua baseado em liquido aplicado na superficie ou impregnado, vem com as proteções básicas e ajustes no corpo. Normalmente quando novas retém bem chuvas fortes, mais ou menos depois de 1 ano de uso diário vão perdendo as qualidades de retenção, principalmente na dobra interna do cotovelo, algumas que utilizam pelicula de borracha interna, trincam e a agua passa tranquilamente.

  • Tipo Inverno

    São o meio termo, são mais pesadas, tem poucos bolsos, e ziperes bem protegidos, bolsos a prova dágua, algumas com proteção cervical de polietileno rígido contra o flexível da de verão. A camada de impermeabilização duramem torno de 3 anos em média dependendo do fabricante, até menos para alguns modelos.

    Com forro interno removível, para os dias mais frios (leia até 2graus).

  • Tipo Viagem

    As chamadas parcas, são mais compridas, suportam frios intensos, neve, chuva torrencial por horas a fio, vários recursos milimetricamente pensados, algumas tem todas as certificações possíveis de vários países. Ruim de utilizar com inverno ameno de 16º digamos e seu preço vai nas alturas o que não sei se justifica pela tecnlogia e envolvida.

Jaquetas/Macacão de couro

Projetadas para competição, onde quedas a altas velocidades são comuns, elas tem grau de proteção elevado, devem ser utilizadas muuito justas ao corpo, a tal ponto que ao andar, se fica curvado, precisando abrir o ziper e retirar a parte de cima para se ter algum conforto caso fique fora da moto por muito tempo. Eu não vi de tudo nessa vida, mas já vi um cara de scooter 125cc DENTRO DA CIDADE, utilizando um macacão desses inclusive com a bota também.Vou acreditar que foi uma situação ocasional.. mas eu vi.

Como tornar sua jaqueta de cordura impermeável

-Utilize o spray Scotch Gard, vendido em lojas de materiais de construção, custa 50,00, mas dá pra usar como gambiarra sprays de silicone líquido.

-Abra a costura do forro, inverta a jaqueta e passe nas dobras críticas, silicone em pasta, destes vendidos em tubinhos, pode deixar manchas escuras na cordura, faça um teste em uma area menor antes.

-Para as com revestimento de borracha que trincou, a solução é, abrir e colocar entre o forro e a cordura, um saco plastico, desses de frutas no supermercado, é fino e resistente, lembre de colocar um ilhós com furo na ponta da manga para a agua sair.

Materiais

  • Poliamida

    É um tipo de nylon, é antigo, foi muito usado nas japonas e hoje ainda é bastante difundido, utilizado como forros entre outras coisas. É um bom material, mas não esquenta muito, não é transpirável e retém cheiro.

  • Poliéster

    É uma fibra sintética muito interessante, pois o formato dela, e se é oca ou não, é que definem a sua utilização, a melhor é o formato octagonal oco, em trama com forma de um funil, retém parcialmente o calor (respirável), mas não deixando o vento/ar frio entrar, misturando espessuras se consegue deixar partes mais flexíveis e outras mais rígidas, tramas planejadas em formato de quadrado protegem o fio de desfiar apenas dentro desse bloquinho, entre tantas outras tecnologias envolvidas, sendo o tipo de material mais usado em roupas desportivas profissionais.

    Esquenta muito bem, é confortável, não amarrota, tem baixo poder de retenção de odor, e aplicado silicone em sua superficie, se torna impermeável (scotch gard – vende em spray).

  • Cordura

    É um poliéster mais resistente a abrasão, se rasga no asfalto, mas protege bem. Também muitoo utilizado em mochilas e bolsas, calças. Normalmente se verifica nas espedificações das jaquetas o numero da cordura(fios por cm²).

  • Suplex

    É um poliéster mais fino, (misturado com Lycra se torna flexivel), se consegue ótimas roupas para primeira pele, para se utilizar abaixo das jaquetas, são extremamente duráveis e confortáveis, é tudo de bom (tenho roupas com mais de 8 anos nesse material, ainda como novas)

  • Fleece

    Chamado de 2ª pele, fica entre a jaqueta e uma camiseta, esquenta absurdo, é transpirável, tem toque aveludado, muito leve, fácil de lavar, tem média proteção contra o vento (por isso segunda pele), uma blusa de suplex por cima, ou uma jaqueta fazem o kit perfeito contra frios intensos. Encontrada em casas de esportes/alpinismo, custa em média 180,00.

  • Algodão

    Ótimo como camiseta, mas terrível em extremos de muito calor/frio, nessas situações é desconfortável, mancha, cheira mal, retém suor.. etc.. etc. Nem preciso falar que jaqueta jeans é a coisa mais tiro no pé!.. No máximo como coletinho de tiozinho de moto clube de clássicas.


Roupas para chuva

Nós, scoteristas, temos muita vantagem, temos bagageiro, e ali que você deve levar sua capa/calça/bota de chuva de 40,00. É, aquela mesmo de plastico não muito fino, sem costuras, selada a quente, nada de pagar 150pilas na marca famosa que é de borracha e faz vc transpirar que nem doido. Se você não é profissional de rua para utilizar de forma radical, não precisa.

Mas a jaqueta não é impermeável?, Sim, enquanto nova, dai, leve apenas sua calça/bota, mas para viagens leve a jaqueta de plastico, pois em chuvas torrenciais é o que vai te garantir chegar seco.

Agora coloque por cima da jaqueta certificada, nada de utilizar apenas a de chuva, pois é quando o piso está molhado que mais você tem chance de se estrepar.

Luvas para chuva

Infelizmente para chuva e frio, só existem luvas caras, acho absurdo pagar 180pilas ou mais em uma, mas acaba valendo a pena no frio e chuva intensos, e no meu caso adicione uma queda a 90km/h onde sem ela, acho que hoje não teria minhas digitais por um bom tempo.

Elas oferecem proteção reforçada, algumas até de kevlar, tripla camada (cordura+borracha+forro), sendo com a luva interna de borracha 100% impermeavel, só não rasgando ela dentro.. claro.

Opção?, luvas de algodão para construção civil, são muito boas, desde que nao esteja chovendo.

Outros materiais leve em consideração a mesma descrição das jaquetas.

Luvinhas fashion de couro também são boas, e até seguram uma chuva leve.

Não quer usar luva?, então congele os dedos e sinta cada gota de chuva como se fossem pedras na mão..ai.

Frio Intenso

Nós escoteristas temos uma vantagem, temos as pernas protegidas do vento gelado, mas ainda assim, o vento bate nas coxas, dai só usar uma bermuda de lycra, dessas de ciclismo/malhação, que ajuda bastante.

Por baixo, procure roupas da marca Solo , são extremamente eficazes contra o frio, pois são de tecido sintético, um modelo que lembra veludo, é o Fleece, esquenta muito bem. Encontrado em lojas de esportes e alpinismo, dificil encontrar algo abaixo de 100,00.

Opcional, seriam agasalhos do tipo da Adidas , daqueles bem colados a pele, mas só vale se o valor for bem em conta.

Utilizando o forro interno das jaquetas certificadas, praticamente segura frio de até 13º mais ou menos, abaixo disso uma blusa de lã garante abaixo dessa temperatura.

Balaclava, acaba sendo necessário, dai só não escolha as de lã, pois passam o vento entre os furos do mesmo jeito, de algodão funciona bem.

Frio Intenso congelante com neblina

Locais baixos com muita humidade, fazem os ossos congelarem, e parece que não existe blusa para amenizar isso, e é dureza mesmo. Fora isso, a viseira chega a congelar e esbranquiçar por mais de qualidade que ela seja, e ai não existe opção, é levantar ela e pilotar assim, para quem usa óculos, ele vai congelar tbm. não tem o que fazer.

Frio Intenso congelante com chuva e neblina a noite.

Tem certeza que realmente precisa ir de moto? Só se fosse caso de morte (a sua).


Pilotagem na chuva

Primeiro o capacete, por favor leiam o artigo tudo sobre capacetes .

Lave todos os dias a viseira com detergente líquido puro esfregado na viseira, dentro e fora, isso vai melhorar bastante o fog e acumulo de gotas.

Tem gente que utiliza aqueles líquidos para desembaçar vidros de carros, mas eu acho perigoso, pois contém solventes, que podem acabar com a sua viseira. A dica de passar batata, em carros até funciona, mas na viseira da moto, fica meio estranho, mas teste se quiser.

Capacetes decentes tem viseira boa, entradas de ar e por isso você não terá problemas, mas se utiliza aqueles san marino de 50,00, eu vou pedir com educação que coloque fogo nele, sem dó.

Velocidade

Simples, ande na metade da velocidade que anda na mesma via normalmente.

Óleo na pista

Não sei porque, mas na chuva, o óleo adora fazer a gente beijar o chão, aquele meio das faixas que ficam as gotas q caem do motor, nas pistas lentas, onde passam muitos caminhoes então.. em curvas eu já vi um..ziip, foi.. dois…ziip.. foi.. eu na sequencia sambando..

Frenagem

Segue a mesma regra, 40% frente 60% atrás, claro que é dificil de se acertar isso, mas a diferença que em chuva eu pressiono primeiro o traseiro para só depois completar com o dianteiro, isso se necessário. Em emergência, sua chance de se estrepar é grande, faça o teste em farol, sem ninguem do lado, para ter uma idéia da dificuldade, dai vai ter mais noção e andar com os olhos arregalados.. tenho certeza.

Há!.. faixas pintadas no asfalto quando molhadas são lisas viu.. e tampas de obras de ferro, quando molhadas para moto significam chão na certa.

Garupa

Não recomendo. É dureza em dias de chuva, já manter tudo sob controle, e ainda mais colocando um ítem a mais para perder esse controle, uma manchinha de oleo, uma areia, uma poça mais profunda e vai ver como o pneu slick das scooters e uma garupa te dificultando a vida, fazem. Além do que, dirigir em baixa velocidade, com garupa é dureza, qualquer movimento errado, é dificil de consertar, some a certeza de transito caótico e corredores estreitos.Fala, vai de coletivo que te pego mais na frente .

Estradas

Hummm.. chovendo+velocidade+pneu slick?.. eu acquaplanava a 80km/h com chuva forte, e ai ou parava num posto de gasolina, ou tentava ficar o máximo longe dos caminhoes, andando devagar, utilizando as vezes o acostamento, tentando ficar nas trilhas dos pneus onde tem menos agua. Dureza, e arriscado.

Posição no grid

Seguinte, em cidades grandes a quantidade de motos é absurda, então faz assim, seja o último do trenzinho.. deixa a galera passar, ai você tem a desculpa de andar mais devagar porque tem lerdo na frente , e o alucinado grudado na sua placa vai sossegar um pouco.

Corredor

Inevitável em dia de chuva, transito de desligar o motor, dai, você pode utilizar o corredor com inteligencia e sabedoria, andando devagar e com atenção, com os carros parados, se consegue prever movimentos dos retardados que tentam mudar de faixa na marra , se ele nao aprendeu e não acabou com um soco no capô do carro pelos motoboys, ele ainda vai aprender.

Conclusão

Então se você decidiu sair de casa de moto na chuva, então, sabe do risco que está correndo, se está chovendo muito, chegue atrasado, faça as contas, nada vale a pena.Se puder, ligue para seu médico bem pertinho de casa e peça uma consulta bem complexa e demorada para um atestado de uns dias até parar a chuva.