Carregando...Carregando...


Transito-Comportamento-Dia útil x final de semana

 

Quem mora nas grandes metróples como SP/RJ, sabe como é andar de scooter/moto.

Agora que elas estão mais popularizadas, os motoristas já não tem mais tanto respeito e admiração, agora você é apenas mais um “motoqueiro”..mais um na multidão.

mas que multidão?

Reparem, que em dias  úteis –  horário comercial, as principais pistas ficam abarrotadas de motos entre os carros, um tal de mais apressado que o outro, quase um caos!

Eu utilizo os 2 corredores de motos da capital, e acho ótimo, no horário de pico, fica tanta moto que não se consegue espaço para entrar no meio da fileira, aprovado totalmente, pois nos trechos implantados antes a coisa era bem difícil, pois o espaço entre os carros-retrovisores chegava até a 30cm e nem só você em pé passava… ai ja viu o buzinaço. kkk.

Mas a coisa é só nesse horário.. passou disso, a noite ou nos finais de semana.. puff SUMIRAM.

E é por esse motivo que acredito que não será ampliado os corredores de motos, pois eles só são utilizados por uma parcela dos motociclistas e durante certos períodos.

A grande maioria dos scooteristas ainda utiliza para trajetos bem curtos em distância e em tempo, não mais que 30min.

Bom? Ruim?

O problema é que ainda a motocicleta em dias úteis é vista como instrumento de trabalho (para o bem ou para o mal) e não de transporte alternativo e sendo assim, nossos políticos não dão muita atenção para a melhoria e incentivo, ao contrário, querem é classificar como delinquentes e bandidos.

o que fazer?

Faça sua parte, fale das vantagens das scooters, de sua facilidade, etc para as pessoas, incentive elas a utilizarem mais e principalmente de NAO TER ATITUDES DE “MOTOBOY”, isso irá fazer com que aos poucos nós voltaremos a ser mais respeitados, ou pelo menos melhores vistos!.

Abraço a todos.