Como é andar de Scooter? quais suas vantagens?

É um pouco diferente de motos convencionais, primeiro que sua posição já é diferente, onde se fica sentado e não montado, isso causa já uma diferença na sensação de equilíbrio, não sendo melhor nem pior, apenas diferente.

Outra coisa rapidamente que se nota, a falta de marchas e embreagem, onde o manete esquerdo é o freio traseiro (para quem anda de bicicleta é o inverso, daí também notar a diferença e ter pessoas que inverteram na bicicleta para ficar igual na scooter), sua eficiência é muito boa, sendo padrão discos na parte dianteira e em algumas na parte traseira, bem passada a preocupação inicial de onde são os freios? , se tem a mania comum de ficar acelerando em motos.. e daí a surpresa, uma leve acelerada e ela já começa a andar, fácil assim.. seu controle pelo acelerador é bastante preciso e sensível, sendo que é comum utilizar apenas meio curso de volta do acelerador.

Pilotagem

A condução de aceleração de uma scooter é algo que deve se aprender com o tempo, pois como é contínua, para se conseguir extrair o máximo dela em situações como ladeiras co uma 125cc, não é fácil, é preciso sensibilidade para se incrementar no acelerador no momento certo e não perder o embalo, e nunca no meio de uma subida enquanto ela estiver perdendo força, acelerar até o fim.. ela vai afogar, perder mais força, gaguejar.. vai subir.. mas pode te fazer passar vergonha. Em situações extremas, deve-se parar, esperar alguns segundos e começar graduamente de novo. (explicando toscamente… vc estava em 5a marcha e precisa reduzir para a 1a marcha ). Tendo isso em mente, se compreende a limitação das scooters, de não poder ajustar a transmissão para cada tipo de situação, ficando então a cargo da experiência do condutor que sabiamente sabe contornar estas dificuldades.

A condução de aceleração de uma scooter é algo que deve se aprender com o tempo, pois como é contínua, para se conseguir extrair o máximo dela em situações como ladeiras com uma 125cc, não é fácil, é preciso sensibilidade para se incrementar no acelerador no momento certo e não perder o embalo

Nos primeiros metros, sabiamente acelerando, sua velocidade cresce bem rápido, e não é incomum deixar cegêzeiros e motoboys comendo poeira, se ele náo sair esticando tudo.. mas sua alegria dura pouco.. pois após 60km/h, a evolução de velocidade da scooter é bem mais lenta, e chegando no limite real de 105km/h (valores de velocimetros das scooters não são confiáveis, e não mostram a realidade) onde motos comuns conseguem 120km/h, mas claro ,ambas na faixa vermelha de rotação, e que é sinônimo de desgaste prematuro.

Características interessantes

Outra coisa que se percebe é o peso, ela é incrivelmente leve, mesmo se inclinando para o lado, pois o motor e todo o peso dela fica bem próximo do solo, facilitando bastante a condução nas curvas e isso é uma coisa que para quem gosta, vai adorar, tomando os cuidados necessários deitar nas curvas é uma delícia. Essa característica do peso ficar mais baixo aliada ao formato da scooter, praticamente elimina a ação de ventos fortes laterais, ficando a scooter bem menos sensível ao ultrapassar caminhões por exemplo.

Outro detalhe que você vai ouvir muito é com relação ao tamanho das rodas e se elas são seguras, eu só respondo, sim!se você andar com cuidado! é verdade que elas são mais sensíveis a rachaduras no asfalto no sentido do trajeto, mas também sofrem tanto quanto motos comuns em buracos do dia-a-dia, em alguns modelos a roda éum pouco maior e nas maxi-scooters também, mas nunca do tamanho das motos comuns, mas em compensação seu desenho é otimizado e acaba tendo performance melhor. Não poderia deixar esse detalhe importante, pneus sem câmera! (coisa rara por aqui, somente algumas possuem como a Honda Fazer) que podem ser consertados com os conhecidos macarrões onde, nem se precisa retirar a roda.. além de murchar bem lentamente, uma facilidade e tanto.

Ainda mais vantagens

A posição dos pés é outra vantagem, se consegue movimentar e colocar em vários lugares, um conforto e até um estilo a mais… para os abaixo de 1,80.. acima disso os postes tem dificuldades, sobrando as maxi-scooters como opção a considerar, dica também válida para quem pesa mais que 110kg, além da estética ficar desproporcional as 125/150cc tem dificuldades.. ainda mais com garupas.. é judiar das pequenas..

Por falar em pés e sapatos.. eles não sofrem com desgaste, nem com respingos de sujeira como em motos e só em scooter as mulheres tem seu espaço.. salto alto esta liberado.. tomando cuidado nas paradas claro.

A noite a iluminação dos faróis é razoável, mas suficiente, claro que em estradas sem iluminação fica difícil mesmo nas maxi-scooters, mas faróis auxiliares instalados ou a troca da lâmpada pode ajudar, nas grandes cidades, seu desenho favorece a visibilidade e identificação por outros motoristas pelo retrovisor.

O vento frontal é parcialmente rebatido nas que não possuem vidro frontal, ajudando bastante na aerodinâmica, na época de frio, pés e pernas ficam protegidos, mas nas pequenas as coxas e peito sofrem ação do vento, exigindo proteção.

Aval final

E por fim scooters tem espírito urbano, foram feitas para as grandes cidades com seu trânsito caótico e lento, ela foi feita para trajetos curtos, carregar pequenos objetos facilmente, acoplar um bauleto para o capacete e com isso facilitar muito a vida de quem está querendo algo estiloso e prático.