Comprar scooter à vista ou parcelar com juros?

O que é melhor? Guardar dinheiro para comprar uma scooter à vista ou apostar em um financiamento?

Antigamente a resposta seria rápida e fácil: guardar dinheiro e negociar um bom desconto para o pagamento à vista.

Hoje, essa “regra” não é mais facilmente aplicada. Nossa equipe saiu às ruas e, aproveitando a redução no IPI, quis saber se a dica que nossos país e avós davam de sempre poupar para comprar à vista ainda é válida.

Pesquisamos nas principais concessionárias, e conseguimos no máximo 5% ~10% de desconto, ou embutido algum brinde como capacete (se for comprar custa 50,00!?), capa de chuva (25,00), ou ipva de graça .

O motivo de não darem desconto para compra à vista, de acordo com um vendedor, foi que ja trabalham com valores de fábrica e não tem muitos produtos em estoque.

Parcelamento sem juros – Por outro lado, se não é possível um bom abatimento à vista, existe a opção de compra com cartão de crédito para quem tem um bom limite, mas as lojas trabalham em sua maioria em apenas 3x.

Parcelamento com juros – As financiadoras deitam e rolam cobram de 3,3% a 5,9%, dependendo do número de parcelas, e não é incomum o valor final sair quase o dobro, e a desvalorização também passar dos 15% em 2 anos.

Parcelamento com juros baixos – Atualmente existe outra prática para enganar os consumidores que apenas consultam a alíquota de juros, eles deixam ela mais baixa que a concorrencia, mas cobram taxas extras mensais, o que é pior ainda, FAÇA SEMPRE A SOMA DO VALOR TOTAL FINAL PARA COMPARAR ENTRE BANCOS E FINANCIADORAS.

Além disso, pense muito antes de optar pelo financiamento. Não se iluda com o valor “baixo” das parcelas, porque no final das contas, é bem provável que o valor pago dê para comprar a mesma scooter duas vezes.